Dissertação: definição e estrutura

Dissertar é expor ideias a respeito de um determinado assunto. É discutir essas ideias, analisá-las e apresentar provas que convençam o leitor da validade do ponto de vista de quem as defende.

A dissertação pressupõe exame crítico do assunto sobre o qual se vai escrever;raciocínio lógico;clareza, coerência e objetividade na exposição. A dissertação, comumente, apresenta três partes:

a) Introdução ou Tese: é a apresentação do assunto. O parágrafo introdutório caracteriza-se por possuir uma só ideia central, ou tópico frasal, expressa de modo genérico.

b) Desenvolvimento ou argumentação: é a análise crítica da ideia central. Pode ocupar vários parágrafos, em que se expõem juízos, ou seja, provas, exemplos, testemunhos históricos, argumentos próprios ou alheios que comprovem a ideia central expressa no primeiro parágrafo.

c) Conclusão: é a parte final do texto, em que se condensa a essência das informações contidas no desenvolvimento e reafirma-se o posicionamento exposto no primeiro parágrafo (tese).

Um texto dissertativo argumentativo, que é aquele exigido na maioria dos exames vestibulares, apresenta análise, juízos críticos, ao passo que a dissertação expositiva informa, explica e interpreta. São exemplos de textos dissertativos expositivos os livros didáticos e toda e qualquer publicação meramente informativa, isto é, destituída de teor crítico. Um texto argumentativo, porém, não pode prescindir de análise crítica e da persuasão, ou seja, deve-se, por meio de argumentos, convencer o leitor do ponto de vista defendido por quem escreve.

Há muitos procedimentos para se elaborar o parágrafo introdutório (tese): partindo do geral para o particular, do passado para o presente, usando comparações, conceitos, definições, citações, interrogações etc. O pará­grafo introdutório (tese) apenas apresenta o assunto.

Os exemplos de tese abaixo têm como tema o
TRABALHO

Traçando uma trajetória do passado ao presente

Desde que aprendeu a manejar o fogo e a roda, o homem passou a gerar uma força produtiva, a qual desencadeou as invenções, as conquistas e o progresso. Mas essa produtividade prejudicou o relacionamento entre os povos, assim como entre patrão e empregado, no domínio pela tecnologia e na exploração da mão-de-obra.

Comparando socialmente, geograficamente, ou fazendo oposições de qualquer natureza

Nos países capitalistas, o trabalho tanto oprime quanto liberta: para os assalariados, ele é a síntese das injustiças sociais; para o empresário, é o exemplo da livre iniciativa. Nos países socialistas, o operariado e o campesinato trabalham para uma força totalitária – o Estado.

• Conceituando ou definindo uma ideia ou uma situação

Trabalho é uma força produtiva que se opera pelo empreendimento físico ou intelectual. Uma sociedade revela-se injusta quando subestima o trabalho artístico, avilta o intelectual e marginaliza o braçal em favor daqueles que detêm a propriedade, a indústria e o comércio.

• Utilizando uma citação

"O trabalho enobrece o homem." Essa máxima, que somos levados a respeitar, oculta a divisão de trabalho que avilta, usurpa, desgata, sem jamais enobrecer. Ao conceito de trabalho deveriam corresponder a realização, a estabilidade e a valorização, além da diminuição da exploração e das diferenças de classe.

Elaborando uma sequência de interrogações

O que define o trabalho? O tempo investido na manufatura de um produto? O esforço empreendido para se executar uma tarefa? A prestação de serviços? Trabalho é um meio de realização pessoal ou de exploração alheia?

• Elaborando uma enumeração de informações

Discutir o trabalho é aprofundar questões sociais. Aos nossos questionamentos não falta a preocupação com a escolha profissional, a remuneração, a satisfação pessoal e o status, fatores que distinguem o trabalho em todas as suas variantes, do braçal ao intelectual.

• Caracterizando espaços ou aspectos

O som ensurdecedor dos teares, a atmosfera saturada das usinas, a monotonia dos escritórios e o estafante serviço doméstico – é o trabalho sistemático que se resume em condicionada servidão.

• Narrando um fato

Eram 4h30min da manhã quando Pedro arrumou a marmita de arroz, feijão e farinha e foi para a obra, onde é servente de pedreiro. Trabalhou até às 18h e pegou o trem do subúrbio, completando uma rotina idêntica a de milhões de brasileiros cujo mão-de-obra é desqualificada.

• Fazendo uso de linguagem figurada

O trabalho é o maior da sociedade. Cada atividade ou mão-de-obra articula-se na indústria, no comércio e na prestação de serviços, formando uma grande máquina movida pelo trabalhador.

• Apresentando dados estatísticos

A constatação da Fundação Seade é que a taxa de desemprego alcançou 15% em março, comparativamente a 13,8% em fevereiro. O porcentual é o maior dos últimos 21 meses e se aproxima dos 15,2% observado no mês anterior ao da entrada em vigor do Real. Equivale a afastar 100 mil pessoas do mercado de trabalho.

1 Response to "Dissertação: definição e estrutura"

  1. nati says:
    26 de março de 2010 09:27
    Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário